Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Depoimentos

Depoimentos

Conheci (...) o Jornal Sem Fronteiras, que logo me interessou, principalmente por ser exclusivo de Arte e Cultura. Ao folhear suas páginas, percebi que ali se registrava o trabalho de uma dedicada equipe, com artigos esclarecedores, depoimentos emocionados e notícias relevantes, tudo visualmente atraente, tanto na escrita como nos registros fotográficos. E mais: através de seus competentes colunistas, o Jornal Sem Fronteiras consegue a proeza de ser abrangente e, ao mesmo tempo, objetivo. É com certeza uma importante fonte de divulgação, que rompe fronteiras, une talentos, conquista seguidores e se manifesta democraticamente nos artigos e até na forma de aquisição: gratuita. Pela excelência na qualidade, o resultado só poderia mesmo ser esse: um verdadeiro sucesso! Por Márcia Etelli Coelho - Vice-presidente da SOBRAMES (Sociedade Brasileira de Médicos Escritores regional São Paulo) e membro da ABRAMES (Academia Brasileira de Médicos Escritores - cadeira 34) (SP), em 2015. Confesso que, a priori, sempre sou resistente quanto a publicação de matérias sobre o Portal do Poeta Brasileiro. Não é surpresa para ninguém minha posição sobre o comércio inescrupuloso de títulos e honrarias ou coisa que o valha. Por isso, tomo sempre certos cuidados quanto a exposição do PPB. Primamos pela arte como elo de transformação, e temos como prioridade o conhecer minucioso de nossa cultura como ferramenta essencial para criação poética e o trabalho criterioso em equipe como alavanca de incentivo cultural. Tudo no PPB é bem simples, sem suntuosidades e sempre voltado para o compromisso que assumimos com a arte poética, nossos projetos são, em grande parte, de aprimoramento intelectual e a nossa meta é a valorização do poeta vivo. Em agosto, pude conhecer mais de perto Dyandreia Portugal e seu trabalho frente ao Jornal Sem Fronteiras e me deixei contagiar por sua simpatia e pelo respeito com que trata nossa arte, nossas iniciativas e a todos nós que fazemos o PORTAL DO POETA BRASILEIRO. Em nome deste respeito, só tenho a agradecer o trabalho incansável desses guerreiros. Dyandreia e Fábio, desejo-lhes muito mais sucesso, garra e muita determinação nesta missão tão singular e de valor incalculável. Vida longa ao Jornal Sem Fronteiras.

Por Aline Romariz - Presidente Portal do Poeta Brasileiro e Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro/ Presidente Honorária Assocíazione Culturale Falantrha da Itália. Rio de Janeiro (RJ), em 2015., em 2015

Estou honrada em poder dar meu depoimento sobre o trabalho cultural do Jornal Sem Fronteiras. Acho que o sucesso que este jornal encontrou e desfruta, se deve à postura da sua criadora, que é a nossa Dyandreia Portugal. Seu carisma, sua delicadeza, seu profissionalismo e seu apoio e divulgação aos eventos literários no mundo fazem deste veículo um dos mais importantes da atualidade. Querida, que este aniversário se repita por muitos anos e sempre com você à frente, dignificando com seu carisma e empenho este jornal.

Por Jô Ramos – Editora da ZL Editora e Jornalista da Revista Lapa Legal Rio. Representante de vários escritores brasileiros nas Feiras de Livros de Gotemburgo, Nova Iorque e Londres, em 2015., em 2015

Conheci (...) o Jornal Sem Fronteiras, que logo me interessou, principalmente por ser exclusivo de Arte e Cultura. Ao folhear suas páginas, percebi que ali se registrava o trabalho de uma dedicada equipe, com artigos esclarecedores, depoimentos emocionados e notícias relevantes, tudo visualmente atraente, tanto na escrita como nos registros fotográficos. E mais: através de seus competentes colunistas, o Jornal Sem Fronteiras consegue a proeza de ser abrangente e, ao mesmo tempo, objetivo. É com certeza uma importante fonte de divulgação, que rompe fronteiras, une talentos, conquista seguidores e se manifesta democraticamente nos artigos e até na forma de aquisição: gratuita. Pela excelência na qualidade, o resultado só poderia mesmo ser esse: um verdadeiro sucesso!

Por Márcia Etelli Coelho - Vice-presidente da SOBRAMES (Sociedade Brasileira de Médicos Escritores regional São Paulo) e membro da ABRAMES (Academia Brasileira de Médicos Escritores - cadeira 34) (SP), em 2015., em 2015

Entre o “Jornal Sem Fronteiras” e o mundo das artes e cultura nasceu uma linda e edificante estória de amor, baseada no respeito, na lealdade e na dedicação.O “Sem Fronteiras” é um dos meios de comunicação mais importantes que surgiu nessa década para promover e difundir a Cultura em geral e, principalmente, as atividades das Academias Brasileiras no Universo. Dyandreia Portugal sempre foi reverenciada pela sua competência e dedicação. A chegada do “Sem Fronteiras” em nossas vidas é como o ar e o amor que respiramos, pois nos alimenta e nos ilumina, perpetuando a integração de seus personagens fulcrais para a edificação do nosso Brasil! Nesse primeiro ano de vida, desejo à querida e talentosa Dyandreia Portugal e toda a sua equipe, longa vida, coroada de êxitos.

Por Diva Pavesi - Presidente de Divine Académie des Arts Lettres et Culture - Editora da Divine Edition e Curadora de Artes - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na França, em 2014

Um jornal é sinônimo de informação. Quando o abrimos, buscamos saber mais sobre a atualidade, o que vem acontecendo, como estão se desenrolando as situações, quais as perspectivas de um futuro próximo. Associamos a palavra jornal à economia, vida social e, principalmente, política. Mas, para nós, que vivemos num mundo que respira Cultura, onde a Literatura e as Artes são nossa vida, poucos são os meios de comunicação especializados. Poucos?Na verdade, eu mesma só conheço um: “Jornal Sem Fronteiras”. Este, quando abro para minha leitura (sagrada leitura a cada exemplar), sei que vou encontrar informações sobre tudo o que se relaciona com o que trabalho: a Cultura! Com o “Jornal Sem Fronteiras”, fico sabendo onde e quando ocorreram e ocorrerão os melhores eventos culturais. Passo a conhecer melhor meus pares na área literária e posso admirar a arte maravilhosa de artistas que, sem esta fonte de informação, talvez eu nem chegasse a conhecer. Tenho prazer em escrever para este jornal, em anunciar em suas páginas. Tenho orgulho de ser amiga de sua editora-chefe, a pioneira que idealizou, criou e, hoje, mantém esta joia preciosa de nossa vida cultural. Parabéns “Jornal Sem Fronteiras”, parabéns Dyandreia Portugal! Longa vida à “Rede Mídia Sem Fronteiras”!

Por Jacqueline Aisenman - Escritora, Ativista Cultural - Diretora e Fundadora do Varal do Brasil – Resp. pelo stand Brasileiro no Salão Literário de Geneve. Parceira e Repr. Intern. do “Jornal Sem Fronteiras” na Suíça., em 2014

É uma alegria imensa comemorar o aniversário do “Jornal Sem Fronteiras” que, com elegância e seriedade, atuou magistralmente em seu primeiro ano de vida como meio de divulgação, promoção e conexão de artistas dos mais variados seguimentos, nos abastecendo de páginas e páginas de cultura, e promovendo as diversas expressões da arte e da cultura brasileira pelo mundo afora. São projetos como este que, com empenho e dedicação de seus idealizadores e colaboradores, nos incentivam a crescer e continuar a lutar pelos nossos sonhos e ideais. Meus sinceros agradecimentos ao “Jornal Sem Fronteiras” que, ultrapassando fronteiras, incentiva, valoriza e dissemina a Arte e a Cultura em todas as suas formas e nuances. Parabéns, Dyandreia Portugal, “Jornal Sem Fronteiras” e sua equipe. Muitos e muitos anos de vida!

Por Mariana Brasil (Sonia Miquelin) - Escritora e Ativista Cultural - Presidente da A.C.I.MA. - Associazione Culturale Internazionale Mandala - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Itália, em 2014

O Jornalismo Sem Fronteiras, tendo como objetivo divulgar e enaltecer a nossa Arte, Cultura e Literatura Brasileira, é um marco de suma importância para mudança e conscientização da nova imagem dos brasileiros(as) em todo o mundo. Um trabalho que mostra ao público Brasileiro e Europeu um lado completamente desconhecido do Brasil. Um trabalho de garra, disciplina, humildade, pontualidade e honestidade! Parabéns, Dyandreia Portugal, e todos os colunistas que fazem parte do maravilhoso trabalho Sem Fronteiras.

Por Lúcia Amélia Brüllhardt - Escritora, Cantora, Presidente da ONG Prevenção Madalena’s – Suíça - Apresentadora do Programa de TV “Madalena´s Babado Forte” - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Suíça, em 2014

Penso que o nome do jornal já diz tudo, e mais alguma coisa ainda, que só se pode sentir profundamente, no universo espiritual das manifestações artísticas-culturais: Jornal Sem Fronteiras não são simples páginas com conteúdos que ilustram apenas a qualidade gráfica das letras, ou a capacidade intelectual de quem o redige. Não! É um repertório de vivências, imagens, lugares e sentimentos humanos, intercambiado por pessoas que partilham a mesma habilidade artística e dividem os mesmos sonhos de transformar o Mundo num lugar melhor para se viver, utilizando a Arte como seu veículo de expressão. Esta Arte que deve ser conhecida e vivida além fronteira, pois que, afinal, este jornal já rompeu barreiras para outros continentes. Bem haja.

Por Carlos Pedro - Escritor e Poeta - Parceiro e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras em Luanda/Angola (África), em 2014

Encontrei nas páginas do “Jornal sem Fronteiras” espaço para divulgação de meu trabalho com a palavra e das minhas andanças literárias. Sonhos e realidades. Ampliei meu horizonte de contatos. Cheguei a novas mãos, novos ouvidos, novos olhos dantes nem imaginados. Atravessei fronteiras, encontrei novos corações. Nossa parceria revestiu-se de respeito, responsabilidade e resultados. Felicito toda a equipe dessa eficiente mídia de comunicação, que vem realizando com tanto sucesso seu eficiente ofício nesse primeiro ano de existência, com imagem já consolidada pelo excelente serviço prestado. Desejo muito mais sucesso nos anos que virão, fortalecendo cada vez mais essa empreitada que já é vencedora. Avante!

Por Jania Souza - Escritora, Poetisa e Artista Plástica de Natal (RN) - Diretora da APVA - Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN, em 2014

O valor da comunicação é infinita, daí a necessidade de um periódico específico, para garantir uma atuação mais eficaz a determinadas áreas. O “Jornal Sem Fronteiras” veio para responder às necessidades das personalidades integrantes do meio literário, artístico e cultural, no que concerne à divulgação das suas obras, o encaminhamento aos meios indispensáveis à retroalimentação artística e técnica e ao correspondente reconhecimento. Com sua atuação abrangente e vigorosa, esse jornal, ao lado de importantes parceiros, assegura aos escritores, poetas e demais artistas, a participação em antologias, concursos, exposições e lançamentos de livros e peças artísticas, inclusive em Feiras em níveis nacional e internacional, mediante completa cobertura dos consagrados eventos. Portanto, estamos a comemorar seu primeiro aniversário, apreciando e agradecendo seus feitos, direcionados ao nosso enriquecimento e à valorização da nossa cultura.

Por Maria do Socorro Cavalcanti - Escritora e Poetisa - Vice-Presidente da Academia de Letras e Artes do Ceará – ALACE, em 2014

Sem Fronteiras – Um jornal do Brasil para o mundo! Dia a dia caminhando mais longe, conquistando novos horizontes. Parabéns pelo sucesso!!!!!!!!! Parabéns Dyandreia pela iniciativa!

Por Beatriz Mignone (BIA) - Artista Plástica, Professora de Artes, Curadora da Galeria “Café com Artes” em Macaé (RJ), em 2014

A excepcional qualidade de informação do “Jornal Sem Fronteiras” tem sido motivo de orgulho de escritores e artistas a cada edição. A publicação sempre surpreende pelo carinho e respeito aos leitores. A distribuição do jornal na Região dos Lagos e, sobretudo, aqui, na “Casa de Vidro”, é esperada a cada edição por todos aqueles ávidos por informações culturais. Parabéns, amiga Dyandreia Portugal, e parabéns a toda a equipe executiva do jornal. Sucesso a todos!

Por Mário Cavalcanti - Artista Plástico - Curado da Galeria de Artes “Casa de Vidro” na Cidade de Arraial do Cabo (RJ), em 2014

“Prezada Editora Geral, "Ad perpetuam rei memoriam". O Jornal Sem Fronteiras, que é parte integrante da "Rede Mídia de Comunicação Sem Fronteiras", nos últimos 365 dias, com sua brilhante caminhada, indubitavelmente, é o veículo de comunicação cultural que, desde a primeira edição, sempre apoiou/apoia artistas plásticos, escritores e poetas. Consequentemente, redundante ressaltarmos a grandiosa importância do Sem Fronteiras e os relevantes serviços prestados em prol da Cultura Brasileira. Sem Fronteiras, com seu lema "Juntos, somos mais fortes!" firmou-se no Brasil e atingiu terras de além-mar. Parabéns ao Jornal Sem Fronteiras! Muitos anos de existência plenos de perenes reportagens! Parabéns a todos aqueles que direta ou indiretamente estão envolvidos com a elaboração do Sem Fronteiras!

Por Elvandro Burity - Escritor e Poeta – Rio de Janeiro (RJ), em 2014

Abrasa e o Sem Fronteiras de mãos dadas com a Áustria! O “Jornal Sem Fronteiras” vem desbravando o mercado internacional, abrindo espaço para tornar possível a realização de sonhos. É um jornal que traz em sua linguagem uma visão global do que é a cultura e, também, como fomento e difusão em apoio aos diversos talentos jamais vistos no Brasil vivendo no exterior. A ABRASA vê o “Sem Fronteiras” como um portal além da fronteira. Faço minha a voz de muitos que acham esse jornal maravilhoso, que consegue transformar os sonhos e desejos em possíveis realidades. A Áustria, em nome da ABRASA, está feliz em poder compartilhar desse sucesso e afirmar a importância multicultural do Jornal para o mundo… As organizações internacionais fora do Brasil, em especial a ABRASA, sentem-se bem representadas com o trabalho do jornal, e de poder admirar a seriedade do mesmo e compromisso com os seus admiradores. Parabéns à nossa imperatriz da comunicação Dyandreia Portugal e à sua equipe de colunistas.

Por Queila Rosa - Ativista Cultural - Presidente da ABRASA - Casa do Brasil na Áustria - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Áustria, em 2014

Acompanho, pela incansável atuação de Dyandreia Portugal , mês a mês, o “Jornal Sem Fronteiras”. É louvável o trabalho realizado, onde o objetivo principal é o de tornar visível as práticas literárias e culturais brasileiras da atualidade. O “Jornal Sem Fronteiras” parte da perspectiva de que é um jornal que, com o seu padrão de elaboração, nos leva a uma leitura inteligível em relação ao que acontece no mundo literário passado e presente. Têm conteúdo inédito como fonte para a história da cultura de nosso País. Parabenizo todo o corpo diretivo na pessoa de Dyandreia Portugal.

Por Delasnieve Daspet - Escritora e Poetisa - Presidente da Associação Internacional Poetas del Mundo - Presidente do Conselho Estadual de Cultura e do Fórum de Cultura de Mato Grosso do Sul. , em 2014

Realmente, o Jornal Sem Fronteiras cresce, a cada edição, surpreendentemente. É um órgão da imprensa não só divulgador, como incentivador da nossa Cultura, levando-a aos mais longínquos rincões brasileiros e a terras internacionais. Um exemplo a ser seguido pela imprensa em geral e por governantes que apoiam tão pouco a Cultura. Estão, de fato, Parabéns à editora Dyandreia Portugal, a toda sua equipe editorial e de colaboradores. Muitos e muitos anos de vida, ascendendo cada vez mais nessa linha!...

Por Marilza Albuquerque de Castro - Escritora, Poetisa, Ilustradora e Compositora - Presidente do InBrasCI – Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, em 2014

Parabéns pelo belo trabalho. A divulgação que é feita por vocês sobre literatura é um marco importante. Com certeza, todos os escritores que acompanham o dia a dia das Academias do Rio de Janeiro têm muito a agradecer ao Jornal Sem Fronteiras. Dyandreia, o seu potencial de trabalho é enorme e "você"... ser humano, é muito especial. Que bom conhecê-la e estarmos sempre que possível juntas. Sorte, alegrias e muita paz é o meu desejo. Depoimento recebido e publicado na coluna “Cartas para Redação”, ao longo do ano de 2013

Por Arleni Batista - Escritora, Poetisa e Jornalista - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro (RJ), em 2014

Distinta e ilustre jornalista Dyandreia Portugal. Parabéns por esta grande iniciativa! Em verdade, o Jornal Sem Fronteiras abarca todos os ramos da cultura, ou melhor, é um multifacetado enfoque cultural, seja nas artes, seja nas ciências, seja nas letras, o que possibilita a todos participarem e manifestarem os seus peculiares dons e tendências culturais da vida grupal, humana, associativa, de forma aberta, sem muros, sem fronteiras. Depoimento recebido e publicado na coluna “Cartas para Redação”, ao longo do ano de 2013

Por Ruy Magalhães de Araujo - Escritor e Artista Plástico - Iguaba Grande (RJ), em 2014

Meu comentário é sobre a alegria e a oportunidade. “Sem Fronteiras” proporcionou-me conhecer pessoas envolvidas na Arte, na Cultura e nos valores. Suas reportagens estão concentradas em uma única edição, o que imagino a imensa dedicação para contatar, catalogar, filtrar, editar... e lançar. Estarei com certeza divulgando. Obrigado pela oportunidade de aprender e conhecer tantos talentos e atividades. Desejo à equipe muita paz, harmonia e vida longa, pois o sucesso já lhes pertence. Meu fraterno abraço. Depoimento recebido e publicado na coluna “Cartas para Redação”, ao longo do ano de 2013

Por Amilton Passos - Tenente Mestre de Música (Exército do Brasil - RJ), em 2014

Com apenas 1 ano de vida, o Jornal Sem Fronteiras, começando a caminhar, já nasceu forte e robusto, com essa garra e disposição. Parabéns à editora chefe Dyandreia Portugal, que tanto tem contribuído para a Arte e Cultura do nosso estado, país e mundo. Um Jornal de alta qualidade, dando enfoque à Literatura e Artes Plásticas, vem alcançando em nosso país um destaque especial, pela qualidade, diagramação e a sua experiência artística e literária. Quero também registrar a composição do quadro de colunistas que colaboram com suas colunas literárias e artísticas. Parabéns a todos. Feliz Aniversário!

Por Edson Carvalho De Luna Freire - Superintendente de Artes Plásticas da Fundação de Artes de São Gonçalo – FASG - Presidente de Honra da Associação e Escola Fluminense de Belas Artes – AFBA - Presidente Nacional da Academia Niteroiense de Be, em 2014

Bem robusto de volume e muito sadio de conteúdo. Falamos do jornal literário SEM FRONTEIRAS do Rio de Janeiro, muitíssimo bem elaborado pela nossa confreira Dyandreia Portugal e equipe. Uma verdadeira joia cultural, ainda praticamente no limiar de sua existência. Este “Sem Fronteiras” acaba de atingir o primeiro ano de circulação no Brasil e no exterior. Nós, da FEBAC-Federação Brasileira de Alternativos Culturais, tivemos o prazer de conhecê-lo em São Luis (MA), em agosto do ano passado, por ocasião do mega evento “Mil Poemas Para Gonçalves Dias”. De lá a esta data, mantemos importante intercâmbio, que muito nos honra e, brevemente, o teremos no rol de nossos filiados. Na foto, o jornalista Arlindo Nóbrega, presidente da FEBAC, o exibe a seus pares de diretoria da Associação Paulista dos Jornalistas Veteranos - Amadeo Mêmolo e o comunicador da Rádio Capital, Antonio Aguillar, o precursor da saudosa Jovem Guarda - que igualmente não poupam elogios ao sem similar SEM FRONTEIRAS. Nossos parabéns e votos de perene existência - por que não? - a Dyandreia e equipe. Contem conosco!

Por Arlindo Almeida da Nóbrega - Escritor, poeta, Jornalista e editor do Jornal LiterArte-SP - Fundador e Presidente da Cultura Latina – Seção São Paulo -Presidente da FEBAC-Federação Brasileira de Alternativos Culturais, em 2014

Idealizado para atender aos leitores amantes das Artes e da Literatura, o Jornal Sem Fronteiras completa um ano de prestação de serviços. Tem sido dito que de todos os veículos de comunicação, o jornal impresso é o que exerce maior fascínio, embora não tenha a velocidade, instantaneidade e penetrabilidade dos meios eletrônicos como a televisão, o rádio, a internet. Literalmente SEM FRONTEIRAS, esta edição de aniversário tem razões especiais para sua tiragem dobrada de 20 mil exemplares! Além do território nacional, ela também está sendo distribuída na Europa, em vários eventos culturais. Tais eventos recebem a visita de centenas de brasileiros que vivem abroad e apreciam a oportunidade do acesso a um jornal que dissemine cultura com excelência de qualidade e conteúdo. Isto posto, sem querer simplificar, nem esgotar o assunto, resumo que o Jornal Sem Fronteiras está de parabéns não somente por seu 1º Aniversário, mas também por sua relevância no meio cultural nacional e internacional. Saudações Literárias aqui da Holanda.

Por Josane Mary - Escritora e Organizadora Literária - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Holanda., em 2014

A Academia de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande expressa as mais sinceras congratulações e votos de sucesso ao Jornal Sem Fronteiras nesta feliz data de aniversário. Um jornal bonito, colorido, elegante, bem impresso, bem escrito, bem diagramado, pertinente e de distribuição dirigida. Suas reportagens ensejam aos leitores o conhecimento de notícias nacionais e internacionais de atividades de instituições e personalidades do meio acadêmico. No universo da mídia cultural impressa, o Jornal Sem Fronteiras destaca-se como estrela de primeiríssima grandeza.

Por Jacques Azicoff - Presidente da AACLIG – Academia de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande (RJ), em 2014

Recebi os jornais!!! Fiquei muito feliz e me senti valorizado por estar contido nele e ladeado por verdadeiros tesouros em talentos (...) Fiquei maravilhado com cada página do Jornal, onde asseguro, nunca vi tanta manifestação cultural por milímetro quadrado como o conteúdo da edição que tenho em mão. Parabéns!!! Eu achei que não ia conseguir chegar nas páginas onde estou, pois não dava só para passar os olhos e ir em frente... Em todas as matérias, não deu para ir adiante sem tomar conhecimento do conteúdo com a clareza de cada uma das matérias e artigos......................... Depoimento recebido e publicado na coluna “Cartas para Redação”, ao longo do ano de 2013

Por José Donizetti Nicolini Gonçales - Poeta – Osasco (SP), em 2014

Com a chegada do “Jornal sem Fronteiras” produzido em dois cadernos, eclético em seu sumário, divulgou, ao longo desse primeiro ano, trabalhos artísticos, literários e Entidades Culturais. Estimulou, em suas edições, exclusivamente, colunas envolvendo todos os seguimentos das Artes. Criou-se uma aproximação maior entre a divulgação qualificada e as pessoas que utilizam, com certa frequência, suas páginas. Objetivo do Jornal é promover amplamente o desenvolvimento das Atividades Culturais regionalizadas, nacionais e estrangeiras, estimulando a execução de mais projetos.

Por Maria Alice Antunes - Artista Plástica e Curadora - Diretora do Museu GNF/CNF da FGV - Nova Friburgo, em 2014

O “Jornal Sem Fronteiras” provocou mais acessibilidade às agendas culturais, que propiciaram a um grande número de pessoas, o acesso às mídias sociais, num espaço territorial maior. Em seus dois cadernos, pode ser registrada a participação individual ou coletiva dos eventos sociais e culturais. É interessante comentar a utilização de colunas personalizadas e a ampla variação de temas.

Por Ilka Duarte dos Santos - Artista Plástica (RJ), em 2014

A Arte expressa ao editar um Jornal transforma fatos em Comunicação. Assim como o Pão Nosso de Cada Dia, chega, às nossas mãos, alimento para o corpo; o jornal traz a Vida lá de fora com o prazer da leitura. Saber, estar informado é vislumbrar a Vida. O “Jornal Sem Fronteiras” - tal um Acta Diurna, escrito ainda em pedras ou metal - traz as artes culturais, sejam escritas, fotografadas, esculpidas ou desenhadas. Satisfação que encanta com a beleza, o bem-estar, a harmonia da notícia editada com carinho por Dyandreia Portugal, a jornalista brasileira e sua equipe. O “Jornal Sem Fronteiras” não se limita a um espaço geográfico ou fica restrito pela língua Pátria, pois a linguagem artística é universal.

Por Neri França Fornari Bocchese - Escritora, Pesquisadora e Poetiza - Presidente da ALAP - Academia de Letras e Artes de Pato Branco, Paraná, em 2014

O Jornal Sem Fronteiras me remete ao passado, quando criei uma revista de Divulgação Cultural chamada ARDEIA. Era, de acordo com os processos existentes da época, aquele estêncil riscado à mão e datilografado, uma verdadeira obra de arte... Hoje, com a evolução dos parques gráficos, o Jornal Sem Fronteiras representa o "sonho de nossa juventude de outrora, nos anos 70", realizado com a maestria de uma mulher batalhadora, incansável defensora da Cultura deste nosso Brasil tão carente de leitores, de literatura sem frescura e de artistas ímpares! E Dyandreia Portugal soma tudo isto com suas importantes edições do Jornal Sem Fronteiras, dando toda a força necessária a este segmento. Parabéns, Dyandreia, e a todos os colunistas!

Por Carlo Montanari - Escritor e criador do Projeto SEMEANDO LIVROS MUNDO AFORA, em conjunto com a escritora Deucélia Maciel - Parceiros do Jornal Sem Fronteiras pelo mundo a fora, em 2014

O Sem Fronteiras é um jornal que sabe CULTIVAR a semente da cultura, marcada pela disposição da manifestação, do prazer e da alegria, mostrando sempre a maneira do pensar do ser humano. É um jornal que está voltado estruturalmente para estimular a consciência do belo e do espírito. O Sem Fronteiras abre espaço para os valores como a música, o teatro, o cinema, escultura, dança, literatura, a fotografia, a pintura... Dyandreia, o Sem Fronteiras é um jornal que tem a sua cara. Parabéns a você e a toda a equipe pelo primeiro aniversário desse veículo de informação de cultura. Saudações poéticas!

Por Mauro Modesto - Escritor e Poeta - Presidente da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Acre, em 2014

Não consegui conter tanta emoção ao abrir a página do importante Jornal Cultural o Sem Fronteiras e ali constatar uma página inteira a mim dedicada! Fez-me lembrar de meu pai, que se chamava Ramiro Benoliel. Com meu pai, aprendi a amar ao próximo, independentemente de sua condição social e financeira. Também me ensinou a jamais deixar de ajudar meus semelhantes, sem preocupação com retorno de qualquer espécie. Foi poeta como eu, dele herdando o sentimento e o carinho por todos que me cercam. O Sem Fronteiras conseguiu me elevar a um nível incontido de reconhecimento e gratidão, pelas palavras a mim dedicadas. Ressalto ainda o valor imensurável que ele vem concedendo aos poetas, artistas plásticos e prosadores do nosso país e também de outros Países. O Jornal Sem Fronteiras vem provar, com retidão, que inteligência e presença de seus Diretores em quase todos os eventos culturais e artísticos de importâncias incontestáveis, fazem com que possamos acreditar ainda mais em nós mesmos. Jornal Sem Fronteiras, votos de profunda admiração e de eterna benção!

Por Messody Benoliel - Poeta, Escritora, Trovadora, Compositora e Cantora Presidente da Academia Brasileira de Trova , em 2014

Parabéns à Comendadora Dyandreia Portugal e Equipe Técnica pelo 1ª ano de Aniversário do Jornal Sem Fronteiras. Com certeza, a Cultura do Brasil e do Mundo ganhou um Grandioso Aliado de divulgação de Eventos e Talentos Importantíssimos, pois o Jornal Sem Fronteiras é totalmente dedicado à disseminação da Cultura com beleza e muita competência. O Sucesso já alcançado mostra e evidencia que a Cultura está bem representada e divulgada pelos talentos e eventos neste jornal. Desejamos muitos anos de Sucesso e Vida Longa. Obrigado por vocês existirem. Um Grande Abraço

Por João Alberto L. Afonso - Artista Plástico - Parceiro do Jornal Sem Fronteiras em Santa Catarina , em 2014

O “Jornal Sem Fronteiras” tem a admiração do casal Alberto Slomp e Yara Regina Franco porque é dedicado à divulgação de eventos culturais, levando a informação com qualidade e beleza para agradável leitura. Este jornal contribui para que o leitor fique atualizado no mundo cultural da Literatura e Artes. O “Jornal Sem Fronteiras” é o melhor espaço para que o artista se manifeste, mostrando os seus trabalhos, suas ideias, forma de agir e pensar, seus valores, objetivos e conceitos. O uso periódico do jornal é de suma importância para a comunicação entre o escritor e o público que, assim, descobre novos talentos e artistas/escritores contemporâneos. Congratulações ao “Jornal Sem Fronteiras”.

Por Casal Alberto Slomp e Yara Regina Franco - Escritores e Poetas de São Paulo - SP, em 2014

Um jornal sem igual! Todos os meios de comunicação tais como: rádios, TV, internet, revistas e jornais, são fundamentais para a divulgação da nossa cultura. Porém, há um jornal com sede no Rio de Janeiro, o “Sem Fronteiras”, que é voltado totalmente para a disseminação da cultura em nosso país e fora dele. Esse jornal é o verdadeiro álibi que nós, artistas das letras e das artes, necessitamos para apoiar nossas obras, além-fronteiras. Ter um jornal que fomenta especificamente a nossa cultura é um privilégio que não tem preço.

Por Stela Oliveira - Escritora, Poetisa, Artista Plástica - Presidente do Conselho Fiscal da Academia Valadarense de Letras (Governador Valadares (MG)), em 2014

O Jornal Sem Fronteiras é fundamental para a valorização e divulgação cultural de escritores, músicos e artistas brasileiros no mundo. Seja em prol da literatura, da música ou das artes em geral, o Sem Fronteiras desmonta barreiras e encontra talentos brasileiros espalhados por todos os cantos do planeta. É um periódico bem editado e provou, em apenas um ano, ter conteúdo criteriosamente selecionado com propósitos bem definidos: a promoção de obras culturais inéditas, famosas e premiadas e a divulgação de eventos culturais onde autores brasileiros estão envolvidos. Parabéns à Dyandreia Portugal, Editora-Chefe do jornal cultural mais badalado do Brasil e à sua equipe. PS: Se esse jornal beijasse, eu o beijaria na boca! rsrsrs

Por Rosilane do Carmo Rocha (Rose Rocha) - Representante da Rebra no Distrito Federal - Parceira do Jornal Sem Fronteiras em Brasília (DF), em 2014

Sem Fronteiras, realmente, o jornal vem fazendo jus ao seu nome... Está em todos os lugares possíveis, principalmente, nas mãos de quem valoriza a cultura. Jornal cultural de extremo bom gosto na diagramação e na seleção das notícias veiculadas, zela e prima pela qualidade do texto, cuidando de seus entrevistados. Já provei, muitas vezes, desse gostinho que vicia, dando visibilidade ao trabalho dos participantes, com a maestria de uma jornalista exemplar, alavancando com o Sem Fronteiras em várias partes do mundo, do Brasil e de sua Região dos Lagos. Um viva à Dyandreia Portugal, com o Sem Fronteiras, jornal bimestral!

Por Dinorá Couto Cançado (na foto com o esposo Edson) - Escritora e Agente Cultural pelo FAC/SEC/GDF (Brasília/DF), em 2014

A nossa Cultura precisava ser mais divulgada para mostrar a qualidade dos nossos Artistas em geral. Temos grandes Poetas, Artistas Plásticos, cantores, compositores, Dançarinos, Atores, que vivem numa luta diária para mostrar seu trabalho. Foi, então, que uma Luz ao final do túnel surgiu: o Jornal Sem Fronteiras, com Jornalistas num trabalho incansável, que não medem esforços e divulgam a nossa Arte. O Jornal Sem Fronteiras abriu o caminho que tanto precisávamos. Hoje, com várias Academias regionais abertas, temos espaço para mostrar a Arte em Geral. Agradeço a equipe de Jornalistas e todos os colaboradores de um trabalho tão bem feito que, em menos de um ano fez a divulgação de nossa Arte ser mais conhecida dentro e fora de nosso País. Obrigada a você, Diretora Geral Jornalista Dyandreia Portugal, por ter criado o Jornal Sem Fronteiras, que é Pura Cultura, mostrando a Arte dos nossos Artistas.

Por Nancy Cobo - Poeta, Escritora, Divulgadora Cultural - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro (RJ), em 2014

O Jornal Sem Fronteiras tem um papel de muita importância para o meio cultural. Com artigos interessantes, nos atualiza sobre eventos culturais no Brasil e no exterior, colaborando, desta forma, para o registro do momento histórico pelo qual o Brasil passa. Nosso país vive um momento de ascensão; com a globalização, grande divulgação de nossa cultura a nível internacional. E o Jornal Sem Fronteiras é um elo importante no registro desse momento. Com cobertura exclusiva, prestigiou a nós, escritores, com uma edição especial do jornal, à ocasião da Feira do Livro de Frankfurt. Nós nos sentimos valorizadas, lembradas e felizes pela homenagem feita pela Dyandreia Portugal. Aproveito a oportunidade para felicitar toda a equipe de colunistas do Jornal Sem Fronteiras pelo empenho, e desejar, a todos, muito sucesso!

Por Jacilene Brataas – Escritora - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Noruega., em 2014

“Jornal Sem Fronteiras”: um ano divulgando arte, glamour e beleza... Comemorando seu primeiro ano, o “Jornal Sem Fronteiras” é de vital importância, por ser um dos veículos que se destina a divulgar o que acontece no meio cultural, tanto no Brasil como por todos os continentes. Assim tornando nossos Artistas Plásticos, Escritores, Poetas, reconhecidos e estimulados de forma ética, imparcial e verdadeira. Parabéns à valorosa idealizadora e editora chefe Dyandreia Portugal, um nome respeitado e reconhecido no mundo das Artes e da Literatura, e à sua equipe.

Por Sonia Medeiros Imamura - Escritora e Poetisa - Fundadora e Dirigente do Grupo Cultural Fazendo Arte em Búzios (RJ), em 2014

O “Jornal sem Fronteiras” é um agente forte de identificação da cultura brasileira, liderando todos os segmentos da arte, do social ao carinho que cuida do ser humano. À medida que somos reconhecidos, expandimos com prazer e potencialidade... Acredito que o “Jornal Sem Fronteiras” nasceu de um sonho... Lendo na nossa mente o desejo e a importância da publicação, tornou-se realidade. Hoje, com grande sucesso, estamos girando pelo mundo... A arte fomenta a interação em grupo, satisfaz nosso ego, sobretudo nos unindo a outras plagas pelo mundo - além fronteiras! - com os que apreciam a arte e contribui significativamente para o resgate cultural.

Por Lúcia Amaral - Artista Plástica, Poetisa - Presidente da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de Minas Gerais - FALAEMG, em 2014

Um projeto que não fala de qualidade e sim escreve "JORNAL SEM FRONTEIRAS" - A Rede Mídia de Comunicação. Este jornal foi criado e lançado pela jornalista Sra. Dyandreia Portugal com o objetivo em fornecer notícias, informações e reportagens culturais universal, tendo como fixação, orientação em difundir somente reportagens, notícias e informações ressaltantes pela sua alta qualidade. Com a ideologia, teoria "Menos é mais". Talvez por isto, em curto tempo, este jornal tomou um impulso de grande significado, embora ocupando-se somente com um tema: "Cultura". Mas, aprofundada e aperfeiçoada devidamente. Seguro que na Câmera (Críticos) de Jornalismos, este jornal passaria, sem dúvidas, com excelente nota. Amada Dyandreia, receba nossos PARABÉNS e muito obrigada mesmo, por esta fundação que poderia também ser chamada de: "O BOM PARA NÓS, NÃO É BASTANTE BOM".

Por Delgrace Aeppli – RMTerra - Jornalista Radicada na Suíça (Rádio Mamaterra Suíça) - Colaboradora Internacional do “Jornal Sem Fronteiras” na Suíça , em 2014

O Jornal Sem Fronteiras, que tem como editora geral e jornalista responsável Dyandreia Portugal, percorre cidades e países, divulgando tudo o que acontece no mundo literário, dentre eventos culturais, concursos literários, feiras literárias nacionais e internacionais, colocando-nos a par de tudo o que acontece no mundo dos livros, unindo pessoas e sonhos. O Jornal Sem Fronteiras é um espaço de informação valoroso, bem como um eficiente modo de intercâmbio imprescindível aos amantes dos livros e das Artes. E que continue rompendo fronteiras no Brasil e no mundo. A literatura agradece.

Por Grecianny Carvalho Cordeiro - Promotora de Justiça e Escritora - Vice-Presidente da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza, em 2014

Sou acometida de uma alegria nostálgica, bimensalmente. Isso acontece há mais ou menos um ano, justamente quando recebo na minha portaria o novo número do jornal Sem Fronteiras, finamente editado pela jornalista e escritora Dyandreia Portugal. Conheço Dyandreia. Ela é um mestre em tudo que faz. A publicação está linda. Colorida. Trepidante. Trazendo em seu corpo o assunto que mais gosto: Literatura. Escritos e escritores. Não dá pra pedir mais da vida, a não ser desejar longa trajetória a esse periódico que, quando chega, tanto acalenta meu coração de ex-diretora, ex-proprietária, ex-cronista de jornais da época pré-internet.

Por Joyce Cavalccante - Escritora, autora de onze livros, sendo mais recente deles o título Entre o Ver e o Imaginar. É também presidente da REBRA-Rede de Escritoras Brasileiras, entidade que dispensa legendas., em 2014

Existia uma lacuna de informações sobre as Artes e Literatura. O “Jornal Sem Fronteiras” veio preencher totalmente esta falha de boas informações das Artes no Brasil. Espero que continuem este excelente trabalho de informações. Dou os meus sinceros parabéns em meu nome e em nome da ABD a Dyandreia Portugal e seus colaboradores. Felicidades!!!

Por Marly Bárbara - Artista Plástica e Professora de Artes - Presidente da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais - ABD, em 2014

Com o objetivo de informar os acontecimentos culturais e divulgar os artistas e suas obras, o “Jornal Sem Fronteiras”, neste 1º ano de atividades, já mostrou a seriedade e competência de seu trabalho. Podemos contar com um grande aliado, um jornal destinado às Artes, dando ampla cobertura aos eventos, divulgações artísticas, participando de intercâmbios culturais nacionais e internacionais, levando nossa arte através das fronteiras. Hoje, podemos dizer que temos uma representação de expressão em nosso meio artístico, o “Sem Fronteiras”. Parabéns!

Por Sandra Erse - Artista Plástica, Curadora Internacional - Vice-Presidente da ABD – Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, em 2014

O Jornal Sem Fronteiras veio para preencher uma lacuna existente em nosso meio e nos representar efetivamente. Seu conteúdo específico nos fornece agendas de Salões Internacionais, encontros, simpósios, seminários e publicações variadas de antologias. É também nossa vitrine no mundo, o instrumento de divulgação que tanto precisávamos! Sua indiscutível excelência nos coloca a par de tudo que se passa no Brasil e lá fora, com a qualidade de quem rompeu fronteiras, de fato. Vida longa ao Jornal Sem Fronteiras, que sua existência se perpetue no tempo!

Por Irma Galhardo - Escritora - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Tocantins, no Norte do Brasil., em 2014

Eu aprecio a ênfase que o Jornal Sem Fronteiras dá à parte cultural, principalmente à Literatura. Coincidentemente, a nossa editora se chama Sem Fronteiras Press. E possui a mesma visão, internacional e multicultural. O Jornal Sem Fronteiras está em todas. No mundo todo. Divulgando a cultura. Eu, como autora, parabenizo o trabalho do Jornal Sem Fronteiras. Vamos percorrendo o mundo e deixando um pouquinho de Brasil e dos artistas brasileiros por aí. Parabéns!

Por Beti Rozen – Escritora - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras nos Estados Unidos da América, em 2014

A verdade é que em um país como o Brasil, onde a cultura nunca está a serviço do povo, encontrar pessoas dispostas a lutar contra marés de oportunismos é um alento. Dyandreia e Fábio nos surpreendem pela coragem e determinação ao nos proporcionar um tabloide que valoriza a arte, a poesia e, principalmente, escritores contemporâneos. Vemos, talvez, de forma muito poética, pessoas resolutas capazes de se aventurarem na construção de um novo momento de relevância cultural da nova produção artística. Munido de profunda felicidade, ergo um brinde ao Sem Fronteiras. Um brinde ao vanguardismo. Cabe aqui uma breve lembrança da Revista Klaxon, que deu grande impulso ao Modernismo. Esperamos que a despeito do breve momento de existência da revista, esse jornal tenha vida longa. Vida longa e "Sem Fronteiras".

Por Sérgio Gerônimo e Mozart Carvalho - Escritores e Poetas - Presidente e Vice-Presidente respectivamente da APPERJ – Associação Profissional de Poetas no Estado do Rio de Janeiro, em 2014

O “Jornal Sem Fronteiras” é um gigante no tamanho e no conteúdo. Traz reportagens das principais atividades literárias e artísticas, ilustradas com farto material fotográfico em cores. Um empreendimento corajoso de Dyandreia Portugal, já vitorioso! Parabéns!

Por Abilo Kac - Escritor e Poeta - Ex- Presidente da UBE/RJ - União Brasileira de Escritores, em 2014

Jornal Sem Fronteiras – Juvenil e moderno. Não é todo dia que um periódico nasce com feição de maturidade. Saúdo a Jornalista Dyandreia Portugal, criadora e Editora do Jornal Sem Fronteiras pelo primeiro ano de sua publicação. No Brasil, onde lutamos pela democracia e pela livre circulação de ideias, torna-se auspiciosa esta comemoração. É marcante a ênfase cultural com que a jornalista imprime suas páginas. Tiragens belíssimas, paginações modernas, conteúdo de qualidade, iconografia artística. São matérias de cunho literário. Tudo isto faz do Jornal Sem Fronteiras um periódico que veio para marcar seu lugar na história da nossa cultura. Parabéns, Dyandreia e equipe!

Por Edir Meirelles - Escritor e Poeta - Ex-Presidente da UBE – União Brasileira de Escritores (RJ), em 2014

Finalmente, apareceu um jornal encorpado, editado e diagramado a cores, feito com carinho e excelente qualidade. Veio para respaldar e tornar público tudo o que acontece com nossas Academias de Artes e Letras, espalhadas pelo Brasil, e com aquelas com ramificações no exterior. Veio para apoiar o artista plástico e os escritores e tudo que a Arte erudita alcança. O Jornal Sem Fronteiras é o maior veículo jornalístico de Artes e Letras, editado e capitaneado com excelência por uma grande mulher, a artista plástica e jornalista Dyandreia Portugal e sua equipe. O Saber Cultural não poderia deixar de parabenizar e congratular-se com todos, aplaudindo de pé o primeiro ano do seu crescente sucesso. Avante! Sempre! Viva!

Por Mario Capelluto - Ativista Cultural - Marchand - Diretor Presidente do Saber Cultural, em 2014

O Brasil sempre foi carente de publicações direcionadas às artes em geral. Muitos artistas ficam no anonimato, devido esta falta de oportunidade de poder divulgar seus trabalhos, seja em revista, livros e jornais direcionados. Com as parcerias que tem feito pelo Brasil, o Jornal Sem Fronteiras, em menos de um ano de vida, está se tornando um grande aliado dos artistas. Em suas páginas, ficamos sabendo dos salões de arte, dos grandes eventos na área literária, artes plásticas, exposições no Brasil e exterior.

Por José Carlos Gomes - Editor da Editora ArtClub e dos catálogos Art Gallery in Brazil, em 2014

O ano de 2013 ficará marcado como o ano em que os brasileiros foram agraciados com um presente muito especial - o Jornal Sem Fronteiras! Em seu primeiro ano, já conquistou um grande público, dobrou sua tiragem inicial e não para de crescer. Um jornal comprometido em disseminar com alta qualidade e fino gosto notícias exclusivamente do mundo cultural. Como artista plástica, sei o quanto ainda é difícil o reconhecimento e valorização da cultura em nosso país. Assim, quero fazer um agradecimento especial, parabenizar e desejar muito mais sucesso ao Jornal Sem Fronteiras e toda a equipe!

Por Janes Barwinski - Artista Plástica e Escritora - Parceira do Jornal Sem Fronteiras em Brasília (DF)., em 2014

Consideramos os esforços de Dyandreia Portugal, Editora Geral do Jornal Sem Fronteiras, de agregação entre autores e artistas, importante medida para a divulgação cultural e humana, dentro e fora do Brasil. Sem dúvida, o espaço oferecido no mesmo, para ativistas culturais, merece aplausos da Associaҫão Internacional Egrégoras pela Paz (AIEP) e do Projeto Adote um Autor. Agradecemos todo apoio recebido em 2013, durante a maior feira de livros do mundo, Frankfurt, na Alemanha. Saudamos o novo ano de existência do Jornal Sem Fronteiras, desejando-lhe longa vida!

Por Alexandra Magalhães Zeiner - Autora, Pesquisadora, Ativista Cultural na Alemanha, Presidente Honorária da AIEP, Coordenadora do Projeto Adote um Autor - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Alemanha, em 2014

O Jornal Sem Fronteiras é um marco da cultura, levando do Brasil ao mundo a importância do movimento cultural. A publicação desse jornal nesse meio é uma base do que se pode e deve ser feito pela cultura em geral, pelos amantes das artes plásticas, literatura e poesia, não existindo “Fronteiras” para a publicação da cultura. Quem gosta, acompanha, participa e segue. A alegria sempre é contagiante e tem poder de reunir todos e tudo em torno de um objetivo: a cultura, usando da palavra ou da escrita, criando sons, imagens ou simplesmente navegando por entre as diversas cores e sonhos, prosseguiremos sempre, de forma livre e de inspiração constante, em busca do nosso ideal. O Sem Fronteiras e a Academia de Letras e Artes de Paranapuã – ALAP tem como lema o Amor à Cultura, a Dedicação, a Cumplicidade e a União.

Por Eliane Mariath Dantas - Escritora, Poetisa e Ativista Cultural - Presidente da ALAP – Academia de Letras e Arte de Paranapuã (RJ) , em 2014

Foi gratificante participar de um Jornal que já iria nascer vitorioso. Divulgar artistas brilhantes, principalmente entre aqueles que amam a cultura, que se dedicam e esperam a expansão do seu trabalho, certamente era uma ideia que daria muito certo. Muito além de um simples Jornal, o Sem Fronteiras em Fronteiras se apresentou, com um trabalho de excelência em qualidade de produção, diagramação e conteúdo. Não é um jornal popular, mas é uma edição chique e requintada, pois sabe lidar com todas as vertentes artísticas com sabedoria e inteligência. A brilhante ideia da jornalista Dyandreia Portugal completa um ano mostrando seriedade e competência. Sinto-me orgulhosa por ter participado de todas as edições neste 1º ano e tenho a certeza que muitos outros anos de sucesso estão por vir. Como o nome já diz, o Jornal é sem fronteiras; já foi distribuído do Oiapoque ao Chuí, em mais de 120 mil exemplares. Isso é um marco na imprensa brasileira. Parabéns a todos que, direta ou indiretamente, contribuíram com este Sucesso!

Por Izabelle Valladares - Escritora e Parceira do Jornal Sem Fronteiras - Presidente da Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, em 2014

Nas cidades da Região dos Lagos (RJ), como Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo, etc., o Jornal Sem Fronteiras é distribuído amplamente nas Academias de Letras e Artes, bibliotecas e espaços culturais. Isso faz com que as distâncias sejam diminuídas e agentes culturais de todos os cantos possam tomar conhecimento da cultura que está sendo produzida. Isso é maravilhoso! Parabéns!

Por Franciscone Araújo - Artista Plástico e Artesão - Monitor no Projeto “Mais Educação” - Membro atuante do Espaço Cultural de Cabo Frio., em 2014

De grande importância para a cultura brasileira, o “Jornal Sem Fronteiras” vem sendo imprescindível para a divulgação da nossa arte, assim como promovendo e divulgando novos talentos.

Por Sheyla Ataide - Diretora e fundadora do Brazilian Group (Grupo de Artistas Brasileiros) 17 anos fazendo a “Artexpo New York”., em 2014

Magnífico jornal que tem a finalidade precípua de propalar a cultura em todos os seus diversos segmentos. É muito mais que SEM FRONTEIRAS, porque vai além-mares. Iluminada Dyandreia, você é a luz no caminho da cultura! Parabéns a você e a todos os colaboradores que atuam para o sucesso de tão emérita iniciativa, que está completando um ano e, certamente, muitas décadas iremos comemorar.

Por Yara Vargas - Escritora e Poetisa - Presidente da Academia Guanabarina de Letras (RJ) - Presidente da Academia Brasileira de Ciências Sociais (RJ), em 2014

Prezada jornalista e editora geral do “Jornal Sem Fronteiras” - Dyandreia Portugal e demais integrantes deste grandioso veículo de comunicação. Sou de Niterói. Tenho uma coluna cultural no “Jornal Santa Rosa”, daqui de minha cidade. Tenho acompanhado, há precisamente 1 ano (Claro! todas as edições), os trabalhos de todos vocês. Gostaria muito de parabenizá-los pelos excelentes trabalhos jornalístico-literários, levando informações precisas e trazendo par nós, leitores, o que foi evidência e adveio no meio cultural. Destacando o empenho da jornalista Dyandreia, que tem mostrado que jornalismo se faz com confiabilidade e eficácia, que o sucesso desta mídia permaneça sempre além-fronteiras.

Por Alberto Araújo - Jornalista e Escritor - Editor do “Focus Portal Cultural”, colunista do “Jornal Santa Rosa” de Niterói (RJ), em 2014

Trabalhando no Centro Cultural São Paulo, pelo Projeto Poemas à Flor da Pele, tenho tido, ao nosso lado, o apoio incondicional do Jornal Sem Fronteiras de nossa querida amiga, Dyandreia Portugal, que comemora um ano de existência. Ela não tem medido esforços para nos apoiar, fortalecendo os artistas, os músicos, os poetas, os dançarinos. O Jornal Sem Fronteiras vem prestigiado a Cultura de nosso país, com a dedicação e força de vontade da nossa muito amada Dyandreia Portugal e seus competentes colunistas, a quem eu e todos os membros da Poemas à Flor da Pele, no Centro Cultural São Paulo, somos gratos e rogamos que assim continue, dando caminho e direção a tantos talentos. Obrigada, Jornal Sem Fronteiras!

Por Doroty B J Dimolitsas - Poetisa, escritora, compositora e ativista cultural - Coordenadora Geral da Poemas à Flor da Pele, no Centro Cultural São Paulo - Parceira do Jornal Sem Fronteiras em São Paulo (SP), em 2014

Que fantástica descoberta fiz em meu viver, ao encontrar a poesia bailando à minha volta, nos versos de Quintana: “… Um poema que não te ajude a viver e não saiba preparar-te para a morte não tem sentido: é um pobre chocalho de palavras”. Ler poesia foi um divisor de águas em minha vida. Antes, aquela pessoa amarga, sem rumo, agora, cheia de inspiração para cuidar de suas verdades interiores. E nessa nova jornada, rostos amigos, muitos talentos que se manifestaram, livros e mais livros que enriqueceram meu mundo. Desde ali, sou da poesia - claro! E parcerias tornaram-se essenciais para levar o trabalho simples, mas feito com muito amor, longe, muito longe, além-mar... E nesses mais de 8 anos de descobertas poéticas, Dyandreia Portugal, com o seu belo “Jornal Sem Fronteiras”, levou-nos longe, com seu carinho, determinação, competência e talento! Ela é um destaque em tudo o que faz. Fazer parte de suas colunas com nossas notícias à Flor da Pele são de dar nó na garganta e bater forte um coração! Parabéns por um ano de excelência em jornalismo cultural! Longevidade é o meu desejo!

Por Soninha Porto - Poetisa e executiva da Editora Somar - Presidente do Movimento Poemas à Flor da Pele - Parceira do Jornal Sem Fronteiras em Porto Alegre (RS), em 2014

Que honra e que prazer participar da edição do 1º aniversário do “Jornal Sem Fronteiras”, esse veículo de informação das artes e da cultura! Ele nasceu há pouco, porém, não mais engatinha, já anda e voa, justificando seu título: Sem Fronteiras! E tudo isso é fruto de uma equipe de jornalistas, escritores e colaboradores que têm, como sua "Comandante-em-Chefe", a guerreira Dyandreia Portugal, que vence obstáculos, supera dificuldades, ignora preconceitos e segue em frente, segura de que está construindo um ambiente propício ao desenvolvimento acadêmico, tão carente, ainda, da adequada divulgação de suas atividades, não reconhecidas e sequer apoiadas pelos dirigentes de nosso país. Dyandreia Valverde Portugal nos oferece esse meio de intercâmbio entre as diversas instituições culturais do Brasil e várias no exterior. Através de seu bem editado jornal, com textos interessantes, inteligentes e coloridas imagens de eventos realizados, ela nos dá o contato com os companheiros de diferentes jornadas culturais, despertando-nos, ou revivendo em nós, a vontade e a disposição de continuar nossa luta pela sobrevivência do academicismo, no Brasil. Que Deus a proteja e abençoe seu trabalho realizador!

Por Maria Amélia Paladino - Escritora e Poetisa - Presidente da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro – FALARJ - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro (RJ), em 2014

A expressão “Sem Fronteiras“ já demonstra o perfil desse magnífico jornal, dirigido pela excelente escritora, artista plástica e jornalista Dyandreia Portugal, cuja proposta, diferentemente dos demais que editam a informação neste país, não é exibir o fato em si – é muito mais que isso: é apresentar, difundir e valorizar os autores contemporâneos, não apenas prestigiando-os, mas, principalmente, tornando conhecidas as suas produções artísticas no cenário cultural brasileiro, transformando-os em protagonistas do que precisa ser visto, admirado e reverenciado: sua capacidade criativa. Assim, a matéria prima que torna o trabalho de Dyandreia digno de reverência é o próprio artista que se pluraliza a cada edição em que ele apareça, como também o evento do qual participe, numa época em que, quanto mais uma imagem é divulgada, mais conhecido se torna o que ela representa para um público super especial, que vê na Cultura e na Educação, o melhor caminho para o crescimento do ser humano. Conhecer as qualidades profissionais de Dyandreia Portugal é fácil: requer apenas compreender o quanto a sensibilidade e o talento de uma pessoa carismática como ela podem movimentar e dar vida e personalidade a um belíssimo jornal.

Por Luiz Gilberto de Barros (Luiz Poeta) - Escritor, Poeta e Compositor - Presidente da Academia Pan-Americana de Letras e Artes - APALA., em 2014

Dyandreia Portugal e o “Jornal Sem Fronteiras”. Essa dupla inseparável realiza um trabalho ímpar e de suma importância na divulgação e valorização da cultura brasileira, tanto em terras nacionais como no estrangeiro. Não é por menos que o nome já é Sem Fronteiras. Por onde quer que aconteça encontros, lançamentos, recitais, inaugurações, chás, feiras, etc., relacionados ao livro, leitura, literatura e à arte em geral, lá está Dyandreia Portugal de microfone na mão, câmera ligada e olhos e ouvidos registrando tudo. É uma honra poder contribuir, de alguma forma, e ser beneficiado, enormemente, com os frutos desse trabalho árduo do jornal e de sua diretora. Parabéns.

Por Valdeck Almeida de Jesus - Jornalista, editor, escritor e poeta - Presidente do Colegiado Setorial de Literatura junto à Fundação Cultural do Estado da Bahia e Diretor Geral da União Baiana de Escritores – UBESC - Parceiro do “Jornal Sem Fron, em 2014

Desejamos parabenizar o magnífico periódico “Jornal Sem Fronteiras” por sua firme trajetória neste primeiro ano de existência. Sua equipe editorial é digna de manifestações elogiosas por todos que interagem no universo cultural brasileiro e internacional. Com o propósito de divulgar a vocação e a competência criativa de autores, nas diversas artes em que laboram, o “Sem Fronteiras” presta inestimável contribuição ao Brasil, edificando pilares onde a bandeira da Pátria se mostra. Sua Missão Cultural é inquestionavelmente importante e merece reconhecimento. Parabéns.

Por Prof. Antonio de Oliveira Pereira e Profª. Mara Lúcia Vicente Joaquim Miranda - Coordenadores do Centro de Literatura do Forte de Copacabana e do Centro de Expressões Culturais do Museu Militar Conde de Linhares, em 2014

Olá, meus amigos leitores do “Jornal Sem Fronteiras”! É um prazer enorme estar falando com vocês. Morando no Japão desde 1992, neste ano que se inicia completam-se 22 anos que estou longe do Brasil. Apesar de existir uma comunidade brasileira no Japão, foi em Londres, no mês de setembro de 2012, que me encontrei e conheci alguns companheiros do mundo literário. Desse encontro, surgiram muitas outras oportunidades, como poder participar do Primeiro Encontro de Escritores Brasileiros na Baviera, em maio de 2013, em Munique na Alemanha. A partir daí, participando em outros eventos, pude conhecer o “Jornal Sem Fronteiras” e seu trabalho em divulgar nossa cultura. Esta semana, fiquei muito feliz com o convite da Dyandreia para que me tornasse um parceiro e representasse o jornal aqui no Japão, o que aceitei prontamente. Vai ser muito legal poder divulgar em primeira mão na comunidade brasileira no Japão, o que está acontecendo de novidade em nossa cultura, seja no Brasil ou em qualquer lugar no mundo onde nossa comunidade esteja presente. Aqui no Japão, trabalho como responsável do setor de reciclagem de uma empresa que constrói máquinas para fazer paredes de concreto em túneis. Tenho um livro publicado no Brasil, um romance sobrenatural com o título “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim”. Escrevo nas horas vagas e sou produtor de livros digitais. No momento, tenho 18 livros de vários autores publicados em formato digital. O último foi lançado no evento: Dia Internacional da Mulher em Augsburg, na Alemanha, com o título “Mulheres Entrelaçadas”, uma coletânea poética com diversos autores, coligido por Dymithryus Padilha. Um abraço fraternal a todos.

Por Evandro Raiz Ribeiro - Escritor e Produtor de livros digitais - Parceiro e Representante Internacional do “Jornal Sem Fronteiras” no Japão, em 2014

O “Jornal Sem Fronteiras” faz jus ao nome com o qual foi batizado há um ano. Por isso, tem muito a comemorar! De fato, neste ano de trabalho, foram derrubadas as fronteiras nacionais, que não são pequenas, considerando a dimensão territorial do Brasil, que é um país continental e, além disso, fez-se e faz-se presente em outros continentes. Como tem derrubado fronteiras em seu existir! E faz isso com elegância, beleza, criatividade e verdade, através de suas várias sessões divulgando eventos, encontros, impressões, contos, muita poesia e, ainda, lindas fotos de pessoas e lugares. Devemos lembrar sempre que o que não é registrado em palavra e/ou imagem, termina por “viver” um tempo efêmero e não se firma na memória e na história da humanidade. Esse é o papel importante de um jornal, entre outras formas de registros existentes, imortalizar o momento vivido... Assim o “Sem Fronteiras”, além de romper as fronteiras físicas, geográficas, políticas, rompe a mais difícil e, talvez a mais importante, que é a fronteira do tempo, a fronteira do esquecimento, para tornar vívido o vivido. No ano passado, tivemos o grande prazer de contar com a grande contribuição do “Jornal Sem Fronteiras” na cobertura do Projeto “Mil Poemas para Gonçalves Dias”, de 9 a 14 de agosto, que incluiu várias atividades culturais, além do lançamento das Antologias, em três cidades do Maranhão, São Luís, Caxias e Guimarães. Entre as atividades culturais, foi criada a Academia Ludovicense de Letras-ALL e o Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães. E nada escapou ao olhar atento da equipe do “Sem Fronteiras”, que veio prestigiar o evento na terra de Gonçalves Dias, o que, neste momento, agradeço, em nome de todas as outras instituições envolvidas. Parabenizo, assim, toda a equipe deste Jornal, neste seu aniversário, em nome da sua Diretora Geral, Dyandreia Portugal, desejando muito sucesso nos trabalhos que virão em muitos e muitos anos de existência, por este mundo afora... e, claro, derrubando fronteiras... muitas fronteiras!!!! PARABÉNS!!!!

Por Dilercy Aragão Adler - Presidente da Sociedade de Cultura Latina do Brasil – SCLB - Vice-Presidente da Academia Ludovicense de Letras - ALL - Delegada do Liceo Poético de Benidorm - España, no Maranhão, em 2014

A Artcom Expo Association International of Artists vem dar a você, Dyandreia, os Parabéns pelo Jornal Sem Fronteiras, pela luta incessante como Mulher Guerreira que sempre lutou para promover a Literatura, Cultura e a Arte do nosso Brasil, a atravessar continentes, com sua garra e coragem, sem medir esforços para conquistar seu ideal. Para nós, Brasileiros vivendo no exterior, foi a melhor coisa que pudemos obter durante esse ano de consagração. Somos eternamente gratos em saber que, durante esse ano, passamos juntas, com o seu apoio a divulgar a nossa Associação, sendo o seu Jornal o maior veículo de acessos a todos os Brasileiros vivendo aqui na Europa e estarmos inteirados de toda a programação do dia a dia. Em muito pouco tempo, consegui dar oportunidade a todos com carinho, valorizando o sacrifício de cada um e promover o seu trabalho digno, com sabedoria e glamour. Nunca se esqueça! Se ele atravessou Continentes é porque você triunfou com tanta luta, sem medir esforços. E pode ter certeza que você conseguiu ter um alicerce sólido. O Jornal Sem Fronteiras existe sim, porque fazem parte dessa Constelação amigos unidos fraternos, que nasceram para ser essa constelação de estrelas, pois todos temos nosso brilho e jamais alguém poderá ofuscar aqueles que já nasceram para brilhar! Unidos, sempre atravessando Fronteiras. Parabéns, sucesso e o que mais desejamos... Artcom Expo.

Por Jiselda Oliveira Salbu (Gigi) - Curadora de Artes e Ativista Cultural Diretora Executiva Coordenadora Artcom Expo - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Noruega, em 2014

O Jornal Sem Fronteiras é um veículo de mídia que chegou para ficar e divulgar a cultura pelo mundo. Através deste veículo, muitas portas me foram abertas e contatos importantes estabelecidos. É muito bom ter um veículo sério que impulsione a cultura em nosso país. Parabéns a Dyandreia Portugal e toda a equipe pelo brilhante trabalho.

Por Flávia Assaife - Escritora e Poeta - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro (RJ), em 2014

O Jornal Sem Fronteiras surgiu em nosso meio literário para dar apoio, divulgar e incentivar a todos aqueles que se dedicam às Artes e à Cultura; haja vista que já conseguiu romper todas as barreiras do universo... Como o próprio nome diz: Sem Fronteiras. Ele já é um sucesso em nosso meio. É o jornal que veio para ficar; abrange todos os assuntos ligados à Cultura. Parabéns a Dyandreia Portugal e toda a sua equipe de colunistas nota 10!

Por Zélia Fernandes - Escritora, Poetisa e Editora - Presidente da Sociedade de Cultura Latina – Seção RJ., em 2014

O Jornal Sem Fronteiras - Um elo entre continentes e gentes. Há na nossa vida acontecimentos que surgem inesperadamente e cujo efeito perdura para além desse momento fugaz. Foi num desses momentos felizes que tomei conhecimento do Jornal Sem Fronteiras e a sua musa criadora, a Dyandreia Portugal. Tal como a estória da galinha e do ovo, não sei se foi o jornal ou a Dyandreia que apareceu primeiro no meu percurso literário. Possivelmente foi simultaneamente... no Salão do Livro de Genebra. E foi amor à primeira vista. Teria sido o apelido Portugal que evoca o meu querido país? Seria o título do jornal que vai ao encontro do que tenho escrito tantas vezes de que os livros são pontes para se ler sem fronteiras? É irrelevante. O que realmente interessa é que estive presente desde as primeiras horas do nascimento de um jornal, fruto da paixão de uma mulher maravilhosa pelo mundo inesgotável das palavras em Língua Portuguesa, paixão essa que eu partilho. Façamos do Jornal Sem Fronteiras um elo entre continentes e gentes, para podermos continuar a ler e a escrever sem fronteiras.

Por Dulce Rodrigues - Escritora Portuguesa residente na Bélgica - Parceira e Representante Internacional do Jornal Sem Fronteiras na Bélgica e Portugal, em 2014

Estou feliz por participar do “Jornal Sem Fronteiras”. É um jornal que consegue retratar a vida artística e cultural do Brasil e do exterior. As fotos são excelentes e, ao abri-lo, nos identificamos com pessoas famosas e parceiros das letras e poesia. Os textos falam dos mais variados assuntos: turísticos, culturais e musicais e nos dá a programação de eventos imperdíveis. Parabéns pelo seu primeiro ano de vida, um garoto ainda, mas que já caminha como um adulto. Com admiração.

Por Lydia Simonato - Artista Plástica e Poetisa - Coordenadora do “O Encontro de Poesia da Biblioteca Municipal de Botafogo”, em 2014

O Jornal Sem Fronteiras, a cada edição, nos surpreende com seu conteúdo maravilhoso, divulgando o trabalho de tantos artistas e escritores do Brasil e do mundo! Parabéns à equipe por esse trabalho tão importante para o nosso meio cultural, de uma competência sem par, ao reunir uma equipe de tão alto gabarito, para divulgar os eventos de arte, as academias e os lançamentos literários. Um jornal literalmente sem fronteiras, de uma riqueza cultural e de um conteúdo imenso, vastíssimo, levado adiante pelo mundo afora, e valorizando a cada dia o trabalho da imprensa tão bem desenvolvido por vocês! Parabéns pelo primeiro aniversário do jornal e que possamos, durante muitos anos, comemorar esta publicação com muito sucesso!!!!!!!!!!!!!! Um grande abraço, com minha admiração e carinho!

Por Vera Figueredo - Professora e Curadora de Artes - Parceira do Jornal Sem Fronteiras no Rio de Janeiro (RJ), em 2014

O "Jornal Sem Fronteiras" abriu as portas do Brasil literário e cultural para a ABRAMES, divulgando nossa academia entre seus pares da cultura brasileira e internacional de Língua Portuguesa. Dyandreia Portugal e sua equipe de Colunistas fazem um trabalho cuidadoso e eficiente, fazendo- nos conhecer os que caminham pelos bastidores da educação literária e pelas artes neste mundo afora. Ser parceira de tão comprometida jornalista é possibilidade e oportunidade para nós que vemos na Cultura e nas Artes uma maneira paradidática de atuar na sociedade. Parabéns, Dyandreia pelas belas matérias do "Jornal Sem Fronteiras".

Por Juçara Valverde - Escritora, Poetisa, Artista Plástica - Presidente da ABRAMES - Academia Brasileira de Médicos Escritores. , em 2014

Jornal dinâmico que, com clareza, síntese e precisão, informa aos seus leitores o ocorrido nos períodos de tiragem do Jornal. A editora - Sra. Dyandreia - com perfeição e entusiasmo nos contagia com suas matérias. Parabéns pelo aniversário e continue trilhando este belo trabalho. Forte abraço Fraternal.

Por Regis Lermen - Cel. EB - Presidente da ABRAMMIL – Academia Brasileira de Medalhística Militar (RJ), em 2014

O “Jornal Sem Fronteiras” nasceu para unir as pessoas que sabem viver, que são notícias, que são fatos que vivem o hoje lembrando do ontem e visando o amanhã, que têm sensibilidade, que sabem o que querem, que se importam com seus semelhantes, que vibram com o sucesso alheio como se fosse próprio, enfim, que vivem para fazer o bem e, por sorte, tem esta folha para divulgar. Ao cumprimentar a Diretoria deste grande veículo de comunicação na pessoa de Dyandreia Portugal, pelo transcurso do primeiro aniversário, desejo que sempre sejam somadas e sopradas às velas do entusiasmo dos amigos colunistas que são incentivadores da cultura, do bem jornalismo e da seriedade da imprensa.

Por Marilza Therezinha Nogueira de Abreu Fialho - Vice-Presidente da ABRAMMIL, Vice-Presidente do Conselho de Segurança 9ª AISP e Diretora Cultural da Academia de Trovas - RJ, em 2014