Rede Mídia de Comunicação | Rede Sem Fronteiras

Você está em: Início > Notícias > Geral > Entrevista com Marina Gutman Tostas Paranhos, candidata ao Prêmio Rio – UBE RJ 2017

Entrevista com Marina Gutman Tostas Paranhos, candidata ao Prêmio Rio – UBE RJ 2017

Geral por Sandra Hasmann em 2017-07-16 18:49:58

*Por Dyandreia Valverde Portugal

 

Antes de mais nada, mais uma vez, gostaria de deixar registrado os meus mais sinceros parabéns aos três candidatos: Marina Gutman Tostas Paranhos, Ricardo Cravo Albin e Tânia Zagury, por terem sido escolhidos, entre tantos nomes de peso em nosso meio cultural, para essa eleição popular. Suas carreiras são motivo de exemplo e orgulho para todos nós.

Seus respectivos e consistentes currículos já foram amplamente divulgados entre nossos leitores. Contudo, devido à disputa acirradíssima, e, visando apresentar um pouco mais de suas ideias e pensamentos ao público votante, convidei-os para responderem 7 perguntas, que serão publicadas no Portal Sem Fronteiras e divulgadas em todas as redes de relacionamento, objetivando, desta forma, colaborar para a escolha final daqueles que ainda não escolheram seu candidato. Posteriormente, publicaremos a entrevista do vencedor no Jornal Impresso Sem Fronteiras.

Abaixo, segue a última das três entrevistas, respondidas na oportunidade por, Marina Gutman Tostas Paranhos.

Agradeço a gentil colaboração dos candidatos e desejo sucesso a todos os três, que, na verdade, já são grandes vencedores e merecedores de todo o destaque que lhes são atribuídos.

 

JSF – Qual - ou quem - é a sua inspiração para a escolha e a realização de seu trabalho?

 

MGTP - O ambiente familiar favoreceu o gosto pela Língua Portuguesa, pela leitura e pela escrita. Minha mãe, a sempre vigilante D. Amélia, nos instava a empregar corretamente verbos, plurais, e a escrever redações sobre temas criativos, com imaginação e correção de linguagem, além de trovas e poesia.  A tradição do bom uso do idioma, mantida entre as novas gerações, tem dado bons frutos, a julgar pelo número de escritores que despontam na família.

            A vocação para o magistério se evidenciou no 2º grau (Atual Ensino Médio) ao primeiro contato com as literaturas inglesa, francesa, espanhola, portuguesa e brasileira. Mergulhei no universo da Literatura Portuguesa medieval, da poesia trovadoresca, dos trovadores e suas cantigas, do amor platônico, do teatro de Gil Vicente, universo do qual não mais me afastei. Em caráter definitivo optei pelo magistério, driblando os planos do meu irmão médico, o qual desejava ver-me cirurgiã.

            Hoje, no convívio frequente com ex-alunos da UGF e UFRJ, alguns ainda das primeiras turmas da década de 1960, na Universidade Gama Filho, onde trabalhei por 35 anos, tenho a enorme alegria de ouvi-los afirmar que eu tenho sido e serei sempre exemplo e inspiração em suas trajetórias pessoal e profissional.

 

 JSF - Qual projeto você considera a conquista mais significativa na sua carreira, até agora? Explique o motivo de sua escolha.

 

MGTP -         Cada conquista, a seu tempo e a seu modo, ganha relevância no histórico de uma vida. Destaco quatro momentos marcantes:

·        O fato de eu ter vindo de São Luís do Maranhão para a então Capital Federal, aos 16 anos, para estudar num colégio famoso e prestigiado, e ter conseguido destaque na turma, sem episódios de reprovação, faz-me destacar esta passagem pelo Instituto La Fayette como a conquista que abriu caminho para as demais.

·        Anos mais tarde, após bem-sucedidos concursos para ingresso no magistério público, com mais de dez anos de magistério superior, estava eu qualificada a pleitear candidatura, mediante concurso, ao título de Livre-Docente em Teoria Literária, com tese sobre Fernando Pessoa. A conquista deste título consolidou meu status acadêmico e colocou-me no mais alto patamar da carreira, como Professor Titular da UGF e UFRJ, intensificando minha atuação em congressos nacionais e internacionais, em bancas de concursos e em cursos de pós-graduação em todo o país.

·        Desde os primeiros passos como professora em sala de aula, adotei práticas pedagógicas inovadoras que, anos mais tarde, viriam a ser recomendadas nos livros didáticos e sistematizadas para aplicação na escola. Além do conteúdo, preocupei-me em dar voz ao aluno, fazê-lo sentir-se protagonista de seu processo de aprendizagem, valorizando a criatividade, trabalhando a oralidade, explorando a palavra em seu potencial escrito e falado. Em dado momento, divisei a possibilidade de levar estas convicções para outro espaço de atuação: criei a Oficina Literária na Universidade Gama Filho. A poesia tornou-se caminho para ativar a sensibilidade e o gosto pela palavra, para um mergulho na própria alma, em busca do autoconhecimento e, sobretudo, possibilitar a experiência e o prazer da criação artística. Nossa Oficina Literária foi assim definida por uma integrante:

 

Um livro!

Um único livro,

        livro único!

Singular em pluralidades.

 

Páginas vivas

vidas

a transcorrer

entre folhas de papel.

 

Lágrimas, glórias

sorrisos, mágoas

a escorrer

entre

pedras-palavras,

verde limo pensamento,

                     calçamento

por onde pés pioneiros

arriscaram,

riscaram o mapa,

roteiro,

palavras-bússola,

rumo

para os que ainda vêm.

 

Palavras-melodia

afago para os ouvidos

calor para o coração.

Memória sonorizada

canção

de um tempo de OUTRORA,

preservada em poesia,

tempo futuro

para quem vier depois.

 

O olhar da menina

passeia...

nas linhas dos versos,

nas rimas da saudade...

Colhendo os dias, horas, minutos

vencendo o tempo,

contando o tempo

para o AGORA,

reencontro

– menina, professora, escritora – 

milagre do renascer

na poesia.

 

 JSF - Se tivesse que começar sua carreira agora, com todas as dificuldades que o Brasil enfrenta atualmente, mudaria alguma coisa?

 

MGTP - Creio que não.  Investiria, na mesma medida, em minha qualificação profissional, beneficiando-me das novas ferramentas disponíveis e das alternativas mais recentes de acesso à informação.

            Quanto ao cenário atual do país, tentaria não esmorecer. Apoiada em minhas convicções, seguiria acreditando que a Educação é o melhor caminho para levar as novas gerações a ocuparem, com responsabilidade, o seu lugar na história do país.

 

 JSF - O que ainda espera realizar em sua carreira e por quê?

 

MGTP - “A arte existe porque a vida não basta”, diz-nos o querido e saudoso poeta conterrâneo Ferreira Gullar.

            Sobretudo, aos 83 anos, a vida parece mais ainda não bastar, e mostra-se curta para o tanto que ainda queremos realizar.

            Resta-nos a poesia, atemporal e absoluta, para romper os limites da solidão, para ajudar a nos reconstruirmos, dia após dia, enquanto tentamos resgatar o que de precioso e memorável ficou para trás.

            Assim, pretendo continuar o meu trabalho como Diretora Cultural na Academia de Letras Rio-Cidade Maravilhosa, criar novos projetos, realizar palestras, continuar a promover cultura e (quem sabe?) publicar um novo livro!

 

 SF - O advento da internet criou uma nova era e gerou uma infinidade de novos paradigmas. Como você enxerga essa evolução digital e sua influência nos aspectos artísticos e criativos?

 

MGTP - A internet abriu possibilidades inimagináveis e não há como voltar atrás. A arte, a educação, toda forma de conhecimento se beneficia desta tecnologia. O mundo todo está conectado, cada vez mais sem fronteiras.  E que o objeto livro, no formato tradicional, continue vivo, nas bibliotecas e livrarias, circulando entre os leitores. Que bibliotecas escolares sejam ambientes acolhedores, com acervo rico e variado e espaços para muitos projetos de estímulo ao gosto pela leitura visando à formação de novos leitores.           

 

 JSF - A campanha para a escolha e a votação do candidato ao Prêmio Rio UBE RJ 2017, está, basicamente, sendo feita pela internet. Qual sua visão sobre a popularização da cultura através das redes sociais?

 

MGTP - Sou entusiasta da internet pelo seu caráter democrático. Multiplicar a mensagem, expor seu trabalho à apreciação do maior número de pessoas possível vai além de uma sala repleta de alunos ou de um auditório repleto de ouvintes. É fazer com que a mensagem chegue a um número imponderável de interlocutores.

            Espaço da diversidade, onde convivem ao mesmo tempo diferentes manifestações artísticas, a internet torna a cultura um bem acessível a todos.

            Internet é multiplicidade e, onde existe variedade, existe escolha. Por sua vez, escolher exige reflexão. E, afinal, é isso que a vida cobra de cada indivíduo e, é isso que todo professor deseja que seus alunos aprendam: saber escolher.

 

 JSF - Qual a importância desse prêmio na sua carreira?

 

MGTP - O Troféu UBE Rio RJ é um dos mais representativos prêmios no cenário cultural carioca. A instituição promotora do prêmio tem um histórico de notoriedade e credibilidade por suas realizações, o que dignifica a quem figurar entre os indicados.

            Por tudo isso, é uma honra ter meu nome entre os participantes do Troféu UBE Rio RJ 2017 e, se vencer, ver meu nome entre os ilustres escritores da galeria dos premiados.

 

 

Fotos: Acervo da entrevistada e Divulgação/internet

----------------------------------------------------------------------

 

NOTA DA UBE:

A UBE-RJ, ao organizar evento cultural como o TROFEU RIO UBE RJ 2017, realiza pesquisa de opinião de escritores de todo o Brasil, através da mídia – internet e endereço de e-mail, e espera um retorno de 700 e-mails, tendo a preocupação de suscitar o interesse do público, em conhecer e relembrar escritores contemporâneos de diferentes locais, estilos de atuação e produção literária, além de divulgar a UBE-RJ e seus múltiplos projetos que contribuem para destacar a entidade no cenário cultural brasileiro.

O TROFÉU RIO da União Brasileira de Escritores - RJ é anual e acontece desde 2003. É ofertado à intelectual ou entidade que tenha ativa participação na cultura brasileira. 

ESCOLHA SEU VOTO!!

Envie, até dia 20 de julho, para ubetrofeurio2017@gmail.com

 

Visite também o nosso site e conheça nosso trabalho. Junte-se a nós!

https://uberio.wixsite.com/2017

 


Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós

* Seus dados não serão exibidos a terceiros.

Publicidade

Veja também

Publicidade